Notícias

Confira a Coluna Sescap-Ldr na Folha de Londrina - "Magia Disney é cada vez mais usada por empresas para fidelizar clientes"
16 de março de 2018
Confira a Coluna Sescap-Ldr na Folha de Londrina - "Magia Disney é cada vez mais usada por empresas para fidelizar clientes"

Era uma vez um reino mágico que encantava a todos. Quem conhecia, não queria sair jamais e os que, por ventura, saíam desejavam voltar infinitas vezes. A frase que você acabou de ler pode até parecer introdução de um conto de fadas da Disney, mas trata-se, na verdade, de coisa de "gente grande" para se aplicar num universo nada fofo, o do mercado.

 
 


De acordo com a empresária e coach Karina Yamamoto, esse conceito de encantamento vem sendo cada vez mais utilizado por empresas dos mais variados portes e segmentos a fim de aumentar a fatia de participação no mercado e se destacar dos concorrentes. "É algo que deve fazer parte da cultura da empresa e deve envolver tanto o público-alvo dela como também os colaboradores que trabalham ali", explica. 
A coach ressalta que a tecnologia, tão comum nos dias de hoje, é também fundamental para o crescimento, "mas existe aí uma dificuldade grande de se agregar valor. Isso acontece porque a tecnologia que você possui, seu concorrente também pode ter, é algo que pode ser copiado". Karina reitera que a tecnologia é tangível, por isso, não necessariamente é uma ferramenta que irá te diferenciar no mercado, "apesar de ser imprescindível", pondera. 
O presidente do Sescap-Ldr (Sindicato das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações, Pesquisas e de Serviços Contábeis de Londrina e Região), Jaime Cardozo, acrescenta a necessidade de oferecer, junto a uma tecnologia de ponta, um produto ou serviço de excelência. "O empresário tem que estar ciente de que o consumidor está cada vez mais exigente. A prova disso é de que para denominar muitos produtos e serviços utilizam-se hoje cada vez mais termos como gourmet ou premium, por exemplo". 
E na ponta do tripé do sucesso empresarial, além da tecnologia e do produto oferecido, está o atendimento e é justamente aqui que, segundo a empresária, aplica-se o conceito de encantamento. "O atendimento é intangível, é algo muito difícil de ser copiado. Isso parte de uma cultura da empresa de valorização do cliente e do colaborador e os parque da Disney são hoje o melhor exemplo disso. Você vai ao parque e se encanta com a infraestrutura, a recepção e os detalhes. Os funcionários da Disney são extremamente atenciosos, receptivos e são treinados para se abaixarem e ficar na mesma altura das crianças quando elas solicitam sua ajuda. Fora isso, outros detalhes que podem ser imperceptíveis ao nosso consciente, fixam no nosso inconsciente como ir a uma atração com um pomar, por exemplo, e sentir o cheiro das frutas. Tudo isso cria um ambiente confortável e aconchegante para o visitante. Ele vai ficar encantado com aquilo e vai querer voltar, com certeza", exemplifica. 
Esse conceito passou a ser levado tão à serio que virou até livro: O jeito Disney de encantar clientes."No dia a dia de uma empresa de menor porte podemos aplicar essa cultura colocando uma flor na recepção de um consultório, um baleiro no espaço comum da empresa de contabilidade e, claro, no atendimento atencioso e prestativo da equipe que ali trabalha", conclui. 

Fonte: Sindicato das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações, Pesquisas e de Serviços Contábeis de Londrina e Região (Sescap-Ldr)