Notícias

Contabilidade segue em alta no time de carreiras promissoras
01 de outubro de 2019
Contabilidade segue em alta no time de carreiras promissoras

Após muitas transformações frente aos avanços tecnológicos, o mercado apresenta sinais de recuperação de confiança, reforçando a importância da contabilidade para a retomada do crescimento econômico.

De acordo com o Guia Salarial 2019, da empresa de recrutamento Robert Half, a contabilidade continua entre as carreiras mais promissoras junto com áreas como engenharia, jurídico, financeiro e recursos humanos. No entanto, a pesquisa mostra que o perfil do profissional mudou. Se antes o olhar era apenas técnico, o momento é de ofertas para perfis que possuam, além da formação qualificada, visão de negócios, dinamismo, boa comunicação e postura estratégica.

O Conselho Federal de Contabilidade e os Conselhos Regionais têm trabalhado o tema em diversos eventos de capacitação da classe. Convenções estaduais, fóruns, seminários e encontros trazem para o debate os impactos da Revolução 4.0 e a chegada da Sociedade 5.0.

Em artigo alusivo ao Dia do Contador, celebrado em 22 de setembro, o presidente do CFC, Zulmir Breda, afirma que o profissional tem expandido suas competências e ganhado novos espaços no mercado de trabalho. “Um novo horizonte de oportunidades se descortina para aqueles que se tornaram atores e protagonistas no cenário dos negócios, colaboradores e partícipes das decisões relevantes, conselheiros em todos os momentos da vida empresarial e pilares da credibilidade para as transações”.

Para ele, o profissional da contabilidade está mais completo, estratégico e analítico. Segundo o presidente, o contador tornou-se um cientista de dados “capaz de contribuir, decisivamente, com o crescimento e desenvolvimento das organizações”.

Entre outros destaques da pesquisa, a consultoria mostra que a capacitação é primordial. Recrutadores buscam profissionais preparados, com boa formação e especializações. “De fato, o contador pode considerar a quarta revolução industrial como valiosa aliada e, nesse contexto, estreitar as relações entre a profissão e a educação será fundamental para ajustar as arestas desse processo”, lembra a vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do Conselho Federal de Contabilidade, Lucélia Lecheta.

Lecheta explica que, desde 2003, o CFC possui o Programa de Educação Profissional Continuada (PEPC), que tem como foco auxiliar na atualização e expansão dos conhecimentos e competências técnicas dos profissionais da contabilidade.

Segundo ela, em 2018, mais de 85 mil profissionais participaram de atividades pontuadas pelo Sistema CFC/CRCs. Além disso, a vice-presidente informa que é latente o crescimento da presença de voluntários nos cursos de capacitação – aqueles que não são obrigados a cumprir o programa de Educação Profissional Continuada, mas que participam para gerar conhecimento.

Atualmente, o programa conta com 925 capacitadoras ativas, que oferecem mais de 1.300 mil cursos aos profissionais da contabilidade.

“O foco no aprimoramento profissional é uma tendência entre os contadores do País e, com o PEPC, é possível atualizar e expandir os conhecimentos e as competências técnicas, as habilidades multidisciplinares e a elevação do comportamento social, moral e ético”, conclui.

Fonte: Contabilidade na TV